Dez filmes imperdíveis sobre educação

Publicado em 20/10/2017 por

A escola como mediadora social em um bairro pobre e violento; um professor de poesia que inspira jovens a desenvolver o senso crítico além da formação tradicional e até mesmo a situação de imigrantes africanos de ex-colônias francesas no sistema educacional do país europeu: o cinema sempre usou o ambiente escolar como pano de fundo para reflexões sociais. 


Para os que pretendem se inspirar, refletir ou conhecer melhor outras realidades, a Gazeta do Povo listou os melhores filmes cujo fio condutor é a educação. Confira.

1. Ao Mestre, com Carinho (1967) 

Filme britânico de 1967 retrata a escolha de Mark Thackeray (Sidney Poitier) ao assumir o cargo de professor secundário em uma escola de Londres, após seu insucesso em encontrar um emprego como engenheiro eletrônico.

Thackeray é um professor negro tendo de enfrentar a resistência dos alunos, em sua maioria brancos, indisciplinados, e sem a menor intenção de dar uma chance ao novo professor. Apesar das dificuldades, o engenheiro, acostumado com a hostilidade na Inglaterra, não desiste. 

Mas quando recebe um convite para voltar ao ramo da engenharia, Mark precisa decidir se retorna ao antigo cargo ou aceita enfrentar o novo desafio. O filme recebeu indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Jovem Atriz e venceu o Grammy de Melhor Trilha Sonora (1968).

2. Sociedade dos Poetas Mortos (1989) 

Talvez a produção a mais lembrada de Hollywood sobre educação seja Sociedade dos Poetas Mortos. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original e indicado em mais duas categorias na premiação mais importante do cinema americano, o filme mostra a realidade da Academia Welton, um tradicional e conservador internato masculino dos Estados Unidos. 

Após a chegada de John Keating (Robbin Williams), professor que usa métodos inusitados para incentivar seus alunos, sete estudantes da Welton fundam a "Sociedade dos Poetas Mortos", grupo que se reúne clandestinamente para promover a leitura de clássicos da poesia americana. Com os ensinamentos do novo professor, os jovens começam a descobrir que a educação vai muito mais além do que ensinam os quatro pilares da Welton: tradição, honra, disciplina e excelência. 

?Existem alguns filmes que, se você os observa pela primeira vez na idade certa, têm a capacidade de nos inspirar e encorajar: Sociedade dos Poetas Mortos é um deles", declarou Sarfraz Manzoor, jornalista e documentarista, ao Guardian.

3. Como Estrelas na Terra (2007) 

Ishaan é um garoto indiano de nove anos, sem muitos amigos. Após frequentes maus resultados na escola, seus pais decidem enviá-lo para um colégio interno para evitar a segunda reprovação. 

Durante uma fase solitária e confusa na nova escola, Ishaan conhece o professor Nikumbh, que começa a descobrir no garoto traços de dislexia. Com a ajuda do professor, Ishaan começa a entender o motivo de suas dificuldades de aprendizagem e sua trajetória escolar começa a mudar.

4. Escritores da Liberdade (2007) 

A jovem e inexperiente professora Erin Gruwell (Hilary Swank) é designada para lecionar em uma escola de um bairro pobre e violento de Long Beach, Califórnia, em que encontra um cenário com fortes disputas étnicas e sociais dentro da sala de aula. 

A professora, branca e de formação acadêmica tradicional, tenta conectar seu discurso e métodos à realidade desses jovens - em sua maioria negros ou descendentes de imigrantes latinos -, compreendendo problemas familiares e sociais de cada um deles, para que eles possam interagir e romper barreiras entre si. 

5. A Onda (2008) 

Durante aula em uma escola alemã, o professor Rainer Wenger (Jürgen Vogel) questiona seus alunos se uma ditadura totalitária, como a vivida pela Alemanha durante o governo do Partido Nazista, seria possível nos dias atuais. Após a descrença dos jovens, Wenger propõe um experimento, com o intuito de mostrar aos estudantes a facilidade de manipular as massas. 

O professor sugere que os alunos usem as mesmas roupas e obedeçam uma rotina de atividades, seguida por todos à risca. A partir da adesão de alunos da escola, surgem um símbolo e um cumprimento para o experimento intitulado "A Onda", que começa a sair do controle até mesmo do professor Wenger, gerando implicações irreversíveis para os alunos e para Wenger. 

6. Entre os Muros da Escola (2008) 

O drama francês "Entre os Muros da Escola" (Entre les Murs) reflete a situação desigual entre brancos e descendentes de imigrantes de ex-colônias francesas. 

O protagonista, professor François (François Bégaudeau), serve como guia para o espectador, escancarando e desmascarando as ações de alunos e de outros professores, que reforçam os problemas sociais já acentuados em uma escola de Paris. O grande diferencial do filme está em seu elenco: todos os atores principais são amadores. 

7. Preciosa (2009) 

O ganhador do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado de 2010 retrata a vida de Preciosa (Gabourey Sidibe), uma jovem nova-iorquina de 16 anos, moradora do bairro do Harlem, que e sofre com os constantes abusos psicológicos e sexuais. 

Após sua segunda gravidez, fruto de mais um abuso do pai (Rodney Jackson), a diretora do colégio encaminha Preciosa à uma instituição de ensino alternativo. Lá, sua nova professora, Blu Rain (Paula Patton), ensina a jovem a ler e escrever, enquanto Preciosa enfrenta os problemas familiares. 

8. Além da Sala de Aula (2011) 

Stacey Bess é uma professora em busca do primeiro emprego. Contrariando suas expectativas, a jovem é contratada para lecionar em uma escola pouco convencional: um projeto social para crianças sem-teto. 

Logo em seus primeiros dias, ela precisa vencer seus medos e preconceitos, além das condições precárias do local de ensino. Com seu próprio esforço e economias (devido ao não pagamento de seu salário), Stacey muda a realidade da escola e as crianças começam a desenvolver seu aprendizado.

9. O Substituto (2011) 

Henry Barthes (Adrien Brody) é um competente professor de ensino médio, com extrema facilidade de relacionamento com seus alunos. Ele escolhe ser um professor substituto para não criar vínculos com pessoas, profissão que o faz mudar constantemente de cidade. 

Mas quando Barthes começa a lecionar em uma escola pública, ele encontra professores desmotivados e alunos violentos com problemas familiares. O professor começa então a se envolver emocionalmente com os estudantes, o que faz com que ele sinta sua importância na vida desses jovens. 

10. Numa Escola de Havana (2014) 

As mazelas de um país miserável são exploradas em "Numa Escola de Havana". O jovem Chala, aluno problemático, é frequentemente enviado a um centro de correção juvenil. Mas após conhecer Carmela, uma experiente professora, Chala começa a mostrar avanços dentro da sala de aula e seus problemas acabam sendo creditados também ao sistema educacional precário cubano. 

"No ambiente da escola, degradado fisicamente, assim como as moradias dos personagens, as relações humanas também se veem prejudicadas por regras como a que proíbe a presença de um santinho católico no mural da sala de aula", escreveu a versão brasileira do jornal EL País. 

http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/dez-filmes-imperdiveis-sobre-educacao-aeu7wkyv7tdy4saveuid34d7h" target="_blank" rel="nofollow" class="f-link">Link do artigo 


 
 
 

Artigos recentes

''Infância não é fase de construir currículo'' alerta Daniel Becker, pediatra e pesquisador da UFRJ
Publicado em: 05/12/2017
É cada vez mais comum ver crianças precisando...
Saiba diferenciar letra feia de Disgrafia.
Publicado em: 05/12/2017
Antes dos computadores e tablets, era comum os...
Stanislas Dehaene: A neurociência deve ir para a sala de aula.
Publicado em: 29/11/2017
Uma das tarefas comuns da ciência é desvendar a...
O que faz uma criança aprender?
Publicado em: 28/11/2017
Qual a importância da afetividade no...
Todos os artigos
 

Veja também